Livros publicados por associados à ECOECO

Economia do Meio Ambiente, lançamento da 3ª edição, 2018

O livro “Economia do Meio Ambiente”, de Peter May, é um suporte para compreensão da economia em um contexto ecológico.

A Economia Ecológica se define como um campo de conhecimento transdisciplinar (ou seja, que transcende as fronteiras disciplinares), desenvolvido a partir do reconhecimento de que, de um lado, o sistema socioeconômico baseia-se e depende dos sistemas naturais, e, de outro, interfere e transforma o funcionamento destes últimos. Em vez de colocar o bem-estar do homem no centro das preocupações, a Economia Ecológica preocupa-se igualmente com o fundamento ético das sociedades humanas que menosprezam (em vez de venerarem) os direitos das demais espécies de continuar existindo, tendo promovido ações que levam à extinção acelerada.

O lançamento da 3ª edição de Economia do Meio Ambiente é organizado de Peter May, Doutor em Economia dos Recursos Naturais pela Universidade de Cornell (Reino Unido) e professor do Departamento de Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (DDAS/UFRJ). Neste livro, foi reunida uma ampla gama de autores brasileiros, que apresentaram a ótica das diversas escolas representadas no país, para mostrar a necessária integração entre a ecologia e a economia nos dias de hoje, e a sua superação numa visão transdisciplinar – o cerne da Economia Ecológica. “É um dos poucos se não o único livro focado nas condições do Brasil para disciplinas de graduação e pós-graduação em economia do meio ambiente, representando diferentes correntes de pensamento” conta Peter May. Essa nova edição, consideravelmente ampliada e totalmente atualizada, representa uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica (ECOECO), que busca o desenvolvimento e a disseminação da Economia Ecológica no Brasil.

O livro inclui uma abordagem do tópico central da Economia Ecológica, qual seja a dimensão entrópica do processo econômico, em capítulo esclarecedor escrito por Andrei Cechin. A obra procura desvendar assuntos que dizem respeito à aplicação de metodologias da ciência econômica tradicional a temas que trazem a realidade das imposições, restrições e exigências da dimensão da natureza em tudo o que os seres humanos, e sua atividade econômica, fazem.

“A obra introduz o leitor aos principais temas que servem de foco de pesquisa e assessoria sobre políticas públicas do desenvolvimento sustentável do país, desde a ótica da economia do meio ambiente, incluindo gestão de recursos hídricos, biodiversidade, uso do solo e energia, entre outros” ressalta o economista ecológico.

Preço Sugerido: R$ 138,90

Para aquisição clique aqui.

Comércio Ecologicamente Desigual no Século XXI

A Beatriz Saes, pesquisadora do GEMAECO, analisa neste livro as especificidades do comércio ecologicamente desigual no século XXI a partir da observação do metabolismo social do minério de ferro e da inserção brasileira neste mercado.

A autora procura compreender a dinâmica do mercado de minério de ferro no âmbito global e de que modo a assimetria internacional nos fluxos físicos pode ser explicitada pelo comércio ecologicamente desigual ainda que em um contexto de grande fragmentação da produção, de transnacionalização do espaço asiático e da crescente importância das economias emergentes nas relações internacionais.

O estudo também analisa de que modo a própria economia brasileira respondeu a esses determinantes, tanto por meio do Estado como pela iniciativa do próprio setor minerário.

Comércio Ecologicamente Desigual no Século XXI

Páginas: 220

Preço Sugerido: R$ 55,00

Para aquisição clique aqui.

Economia Ecológica – Herman Daly e Joshua Farley, 2ª edição. Tradução Ademar Ribeiro Romeiro, Beatriz Machione Saes, Bruno Peregrina Puga, Jobson Souza

“Daly desenvolveu o corpo analítico básico que caracteriza hoje a Economia Ecológica”

Por Ademar Ribeiro Romeiro

Este livro representa um esforço de consolidação didática dos fundamentos da Economia Ecológica tendo como um de seus autores o principal economista ecológico em atividade. Herman Daly pode ser considerado como o “pai” da economia ecológica. A partir da contribuição seminal de Georgescu-Roegen, de modo sistemático Daly a desenvolveu no corpo analítico básico (consolidado em 1996 na obra Beyond Growth) que caracteriza hoje esta corrente do pensamento econômico. A parceria com Joshua Farley, da Universidade de Vermont, não poderia ser mais feliz. Joshua representa uma segunda geração de destacados economistas ecológicos.

Efetivamente pode ser considerado como um livro texto como querem seus autores; e um excelente livro texto. Não tem equivalente no mercado quando se considera a combinação de sua abrangência e profundidade com a clareza didática. Com ele os professores da disciplina terão um apoio sólido em seus cursos. Sua leitura sistemática e refletida em sala de aula permite aos alunos um domínio suficiente da disciplina para a serem considerados economistas ecológicos!

Livro apresenta os fundamentos da Economia Ecológica tendo como um de seus autores o principal economista ecológico em atividade, Herman Daly. Não tem equivalente no mercado quando se considera a combinação de sua abrangência e profundidade com a clareza didática.

A Parte I é uma introdução ao tema da Economia Ecológica, que não busca apenas explicar como o mundo funciona, mas também propõe mecanismos e instituições que o faça funcionar melhor.

Na Parte II, é investigado o ecossistema global que nos sustenta, fornecendo os recursos que alimentam o processo econômico e os sumidouros onde descartamos os nossos resíduos.

Ecological Economics: principles and applications (Island Press)

Economia Ecológica

Páginas: 632

Preço Sugerido: R$ 120,00

Para aquisição clique aqui.

Valoração econômico ecológica: bases conceituais e metodológicas

A partir de estudos mais aprofundados sobre teoria econômica e meio ambiente, é possível perceber o alcance e o caráter inovador das propostas da Economia Ecológica, que, apesar de ainda marginal e pouco conhecida no meio acadêmico em geral, apresenta de forma mais realista e não sofista os alicerces para um estudo desvelado das relações entre sistema econômico e meio ambiente.

Apesar de as críticas teóricas da Economia Ecológica estarem firmemente consolidadas na literatura econômica heterodoxa e respaldadas por nomes como o de Nicholas Georgescu-Roegen, Herman Daly e Robert Costanza, nota-se que há uma relativa carência em termos de avanços metodológicos que diferenciam efetivamente as análises de cunho neoclássico daquelas econômico-ecológicas.

É no campo da valoração econômica que esta confusão metodológica se manifesta de maneira mais contundente. E este é o desafio principal que este livro procura enfrentar ao tentar delinear de forma clara os princípios norteadores de uma plataforma valorativa coerente com os princípios da Economia Ecológica.

Valoração econômico-ecológica: bases conceituais e metodológicas

Páginas: 272

Preço Sugerido: R$ 60,00

Para aquisição clique aqui.